Iluminação: Tabela de Iluminância por Tarefas   Leave a comment


(clique na imagem para ampliar)

Normalmente, a temperatura de cor de uma lâmpada é escolhida primeiramente para igualar à atmosfera desejada de um ambiente; então a lâmpada com o maior índice de reprodução de cor na faixa de temperatura de cor correlata é selecionada. A temperatura de cor de uma lâmpada é expressa em Kelvin. A temperatura de cor de lâmpada entre 2.500K e 3.500K indica cor quente e aconchegante. Em geral, lâmpadas com temperaturas de cor acima de 3.500 K criarão um ambiente funcional. Em algumas áreas comerciais como sala de recepção, escritórios, shoppings e lojas são recomendadas lâmpadas com temperatura abaixo de 3.500 K para criar uma sensação maior de conforto. A escolha do tipo de lâmpada adequada é primordial para proporcionar um ambiente ideal à realização de tarefas e influenciar positivamente no ânimo dos usuários das edificações.

Uma superfície pode absorver ou refletir mais ou menos a radiação incidente, dependendo de sua cor e textura. Uma superfície branca, por exemplo, reflete aproximadamente 85% da luz incidente; uma cor clara, 50%; uma cor média 30% a 50%; e uma cor escura, menos de 10%. Essa quantidade pode variar se a superfície for lisa e polida ou áspera e fosca. Assim, é relevante o estudo das refletâncias das cores em diversos tipos de superfícies para que se conheça e se determine o padrão de iluminação dos ambientes.
As tarefas visuais, apesar de serem em número ilimitado, podem ser classificadas de acordo com certas características comuns conforme a NBR 5413 (NB 57) – Iluminância de Interiores, que estabelece os valores de iluminâncias médias em serviço para iluminação artificial em interiores onde se realizam atividades específicas. Esta norma permite flexibilidade na determinação dos níveis de iluminação, sendo que três variáveis são consideradas:
1) A idade do observador: pessoas mais “idosas” necessitam de mais luz para desenvolver a mesma atividade que pessoas jovens.
2) Velocidade e acuidade do desempenho visual: necessidades críticas exigem mais luz que as casuais, ou seja, quanto maior o grau de precisão requerido para executar a tarefa, maiores serão os níveis de iluminação exigidos.
3) Refletância da tarefa em relação ao fundo: grande diferença de refletâncias entre a tarefa e o seu entorno próximo podem reduzir o contraste e a performance visual e/ou causar desconforto visual.
Para a escolha da lâmpada também deve ser considerado IRC, eficiência, vida útil, custo inicial e final facilidade e flexibilidade de uso e manutenção.
A luminosidade das lâmpadas também depende do rendimento da luminária.
Fonte: Empalux

Posted Setembro 11, 2011 by Fábio R. de Matos in Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: