Iluminâncias de interiores – NBR 5413   Leave a comment

ABNTA Norma NBR 5413 estabelece os valores de iluminâncias médias mínimas em serviço para iluminação artificial em interiores, onde se realizem atividades de comércio, indústria, ensino, esporte e outras.

Apesar da norma estar desatualizada com as tendências de conceitos projetuais e novidades, vide matéria da Revista Lumiére, acessando aqui, ela ainda é a vigente e serve como base para os iniciantes na área de iluminação para definirem seus projetos, e, para projetos que receberão inspeções e requerem atender a norma.

O que estabelece a norma:

Os valores de iluminâncias são considerados no plano de trabalho de 0,75m. do piso.

A iluminância no restante do ambiente não deve ser inferior a 1/10 da adotada, e, que em qualquer ponto do campo de trabalho não seja inferior a 70% da iluminância média.

A norma apresenta três valores de iluminância para cada tipo de ambiente, sendo o valor mais altoutilizado quando a tarefa apresenta refletâncias e contrastes bastante baixos, erros são de difícil correção, trabalho visual crítico, alta produtividade ou precisão de grande importância, capacidade visual do observador abaixo da média. O valor mais baixo utilizado quando refletâncias ou contrastes são relativamente altos, a velocidade ou precisão não são importantes, a tarefa é executada ocasionalmente.

Abaixo alguns valores orientativos para o seu projeto (valores em lux):

Ambiente Auditórios e anfiteatros (platéia): 100 – 150 – 200

Auditórios e anfiteatros (tribuna): 300 – 500 – 750

Bancos: 300 – 500 – 750

Escritórios: 300 – 500 – 750

Recepção: 100 – 150 – 200

Sala de conferência: 150 – 200 – 300

Sala de reunião: 150 – 200 – 300

Circulação, Corredores e escadas: 75 – 100 – 150

Sala de aula: 200 – 300 – 500

Salão de cabeleireiro: 150 – 200 – 300

Biblioteca: 300 – 500 – 750

Banheiros, Vestiário e Lavabo: 100 – 150 – 200

Garagem: 150 – 150 – 300

Quarto: 100 – 150 – 200

Lojas: 300 – 500 – 750

Armazém e Depósito: 150 – 200 – 300

Indústria (geral): 200 – 300 – 500

Igreja e Templos: 200 – 300 – 500

 

Todos os valores apresentados acima são gerais, tendo dentro da norma há a abrangência dos setores, como no exemplo da Indústria que possui as seguintes divisões na norma: Alimenticia, Artigos de ourivesaria e joalheria, Automóveis, Aviões, Borracha, Cerâmica, Chapeus, Cimento, Calçado, Confeitos, Conserva de Carnes, Couro, Fumo, Papéis, Gelo, Química, Gravação de Desenhos e Dizeres, Luvas, Sabão, Têxteis, Metalúrgicas, Materiais Elétricos e Telecomunicações, Vestuário, Vidros, Lavanderias, Tintas.

Tendo dentro de cada divisão a setorização e requisito específico de acordo com o ramo de atividade, como exemplo na Indústria Cerâmica no setor de trituração, filtragem e prensa, secagemo requisito é de 100 – 150 – 200 lux, e na mesma Indústria no setor de decoração manual, coloração e vitrificação (delicada) é de 750 – 1000 – 1500 lux.

 

A norma NBR 5413/92 pode ser adquirida através do site da ABNT pelo preço de R$ 52,00 (13/12/2009), o Confea, Crea e Abee têm parcerias com a ABNT e conferem descontos de até 50% na compra das normas, informe-se na sua associação.

Posted Setembro 6, 2011 by Fábio R. de Matos in Uncategorized

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: